Tratamento para hipotireoidismo com lugol (Solução)

Uma vez que chegou aqui julgo que deva querer saber como fazer um tratamento para hipotireoidismo com solução de lugol. Abaixo, trazemos algumas informações que lhe ajudarão nesse processo, por isso leia mais um pouco sobre o assunto e saiba o que vai fazer detalhadamente.

O Hipotireoidismo é uma doença da qual a glândula da tiroide (localizada na parte anterior do pescoço) não sintetiza hormonas suficientes. A causa mais comum é a deficiência de ingestão de iodo. Vale lembrar que estima-se que pelo menos 3% da população tenha hipotireoidismo, no entanto é uma doença que acomete muito mais as mulheres, principalmente a partir dos 30 anos.

tratar hipotireoidismo com lugol

A glândula da tiroide é responsável pela produção de 2 hormônios: a triiodotironina (T3) e a tetraiodotironina (T4) ligados ao controle de energia do corpo. O hipotireoidismo ocorre quando os níveis de T3 e T4 estão abaixo do ideal.

Estas hormonas são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo, através do controle do metabolismo das nossas células, por isso, em último caso, a doença pode afetar vários órgãos, pois estes precisam da hormona da tiroide para funcionarem corretamente.

Veja também:

Em resumo, a falta de Iodo no nosso organismo, além de ocasionar o hipotireoidismo, desregula o nosso metabolismo.

Tratamento para Hipotireoidismo com lugol

Os sintomas dessa doença variam muito de pessoa para pessoa, mas o mais frequentes relatados pelos pacientes são:

  • Frio excessivo
  • Fadiga
  • Depressão
  • Ganho de peso sem causa aparente.

Contudo, ainda é possível em alguns casos pode acontecer o aumento de volume do pescoço.

Tecnicamente, a solução de Lugol está balanceada com Iodo 1% e Iodo de Potássio 2% diluídos em água. O Iodo é a fundamental para que os hormônios da tireoide sejam produzidos de forma suficiente, sendo assim, o Lugol serve para corrigir a falta de Iodo o organismo.

Além disso, outros órgãos necessitam de Iodo, tais como: o esôfago, o estômago, a pele, a mama, a próstata, os ovários.

É aconselhado tomar o Lugol logo após o café da manhã ou então até o início da tarde, colocando as gotas em meio copo de água, mexer e tomar em seguida. Tomar após uma refeição faz com que a absorção da solução seja mais fácil no organismo.

Não é recomendado fazer o uso do Lugol à noite, pois pode bloquear o sono pois ele é um fornecedor de energia, mas isto varia de pessoa para pessoa, e você só saberá realizando um teste.

A dosagem normal é de 2 gotas de Lugol de 2% a 2 gotas de Lugol de 5%, sendo recomendado começar com uma pequena dose para o corpo se acostumar e ir aumentando após a segunda semana.

lugol - Solução

Qual a diferença entre Lugol 2% e Lugol 5%?

A diferença está apenas na concentração de Iodo na solução sendo, 1 gota de Lugol 2% possui 2,5mg de Iodo, enquanto 1 gota Lugol 5% contém 6,25mg de Iodo.

Sendo que se você só tiver o 5% poderá diminuir a dosagem por meio de que, ao invés de 1 gota por meio copo, será 1 gota por copo de água, diminuindo a quantidade de mg de Iodo por ml de água, misture bem a água, beba uma metade do copo e rejeite a outra parte.

Assim você estará ingerindo o mesmo que meia gota de Lugol 5%, um pouco mais do que 1 gota de Lugol 2%.

Efeitos adversos após o início do uso do Lugol

Em alguns pacientes que começaram a usar o Lugol, podem ocorrer durante os primeiros dias (até 2 semanas), efeitos adversos como tontura, enjoo, gosto metálico na boca. Isto acontece devido ao iodo ajudar o corpo a expulsar os metais pesados do organismo e isso pode causar sintomas que podem incomodar o processo.

Nestes casos, é melhor manter a dose baixa durante mais algum tempo para o corpo liberar totalmente as toxinas na corrente sanguínea, e posteriormente pela urina.

Ao ingerir elevadas doses de Iodo, todo o nosso metabolismo se altera, além de movimentar uma grande quantidade de toxinas no corpo. Por isso, a suplementação com Lugol, deve ser utilizada com o uso de 200mcg de selênio, que pode ser encontrado, por exemplo nas castanhas do Pará, sendo a quantidade recomendada de duas castanhas por dia, elas auxiliam para amenizar os efeitos colaterais do uso do Lugol.

Conclusão

Agora que você já sabe como fazer o tratamento para hipotireoidismo com lugol, vai experimentar, lembre-se procure sempre o mais informação possível antes de tomar qualquer atitude e mantenha a calma ao usar determinados produtos, eles podem até ser bons para sua saúde mas quando mal aplicados pode correr mal, então a dica é fazer com calma e com cabeça.. Aproveite para deixar nos comentários a sua experiência para que mais pessoas tenham acesso ao seu testemunho…

Links úteis:

 <<< Voltar ao início

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

2 thoughts on “Tratamento para hipotireoidismo com lugol (Solução)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *