Receita de soro caseiro para tratar gastroenterite e desidratação

Se você está lendo essa matéria provavelmente você está em um quadro que necessita de auxílio para saber o que fazer, saber como se vai tratar de forma barata, esperta e eficaz, bom, nesse espaço explicarei o preparo de uma receita de soro caseiro para tratar gastroenterite e desidratação (diarreias), vai poder saber também quando consumir e como age este soro no organismo, acompanhe e saiba tudo, ou quase tudo sobre este assunto.

Receita-de-soro-caseiro-para-tratar-gastroenterite-e-desidratação

Receita de soro caseiro para tratar gastroenterite e desidratação

O soro caseiro é uma solução feita em casa, como o próprio nome já diz. É feita com mistura de sal, água e açúcar cujo o objetivo é repor líquidos que foram perdidos.

A quantidade deve ser aproximadamente 1 colher de chá de sal e uma colher de sopa de açúcar com 1 litro de água filtrada ou fervida.

É comum o erro na dose para a preparação do soro, porém as medidas não devem ser alteradas entre sal e açúcar, para isso existe colheres padrão vendidas em farmácias ou postos de saúde, em forma de plástico com as medidas e local certo para açúcar e sal em proporção para um copo cheio de água (2 vezes a proporção oferecida de açúcar e 1 vez a de sal) em relação a 200Ml, aproximadamente um copo.

É importante ressaltar que açucares e sais refinados não apresentam o mesmo resultado eficiente em relação ao tratamento de diarreias, é recomendado sal marinho e açúcar mascavo.

Para facilitar e garantir a saúde do paciente, há a venda de “reidratação oral” soluções com a dose exata para a limpeza e reposição da flora intestinal, apenas sendo necessária a diluição em um copo de água com a quantidade (mL) certa prescrita na embalagem.

Dicas para se consumir o soro caseiro de forma adequada:

  • 1 colher de café a cada 2 minutos equivalente a consumir um copo por hora de soro
  • 10 mL x quilo de peso cada vez que você for ao banheiro
  • 2 mL x quilo de peso em caso de vômitos

Em crianças a dose de soro consumida deve ser equivalente ao peso da criança. É recomendado 50 mL x quilo de peso a cada 4 horas

Obs. O soro caseiro tem validade de um dia, não deve ser consumido após 24h (ele perde qualidade em poucos horas, use e coloque fora o restante, se precisar mais faça um novo).

Em que casos devo consumir o soro caseiro?

Bom, vocês já sabem que o objetivo do soro é hidratar e repor o liquido eliminado pelo nosso organismo, mas quando que há desidratação e precisaremos repor com esse soro?

Desidratação geralmente acontece por diarreia, mas em modo geral, envolve a perda de líquidos pelo organismo, portanto pode ser em casos de vômitos também. Os casos mais comuns para o uso de soro acontecem por viroses gastrointestinais (gastroenterite), diarreia causada por bactéria E.coli, entre outros.

A gastroenterite é uma infecção causada por vírus de diferentes espécies, bactérias ou parasitaria, o problema está em aguas, alimentos e mãos contaminadas com esses agentes etiológicos que trazem como principais sintomas a diarreia, febre, náuseas e cólicas. É mais prevalente em locais com ausência de saneamento básico, falta de higiene quanto a lavagem de alimentos e não costume de lavar as mãos. É necessário repouso e reposição de líquidos para o tratamento.

A Escherichia coli é uma bactéria normal da microbiota oportunista que pode causar complicações. A diarreia causada por Escherichia coli acontece quando a bactéria migra de um órgão a outro que não é de sua microbiota natural, como exemplo, do útero a bexiga, causando a infecção na bexiga. Existem diversas cepas de E.coli que podem levar a diferentes quadros de diarreia, a bactéria pode ser adquirida de forma oral por água contaminada, alimentos crus ou não lavados.

Para evitar a contaminação por E.coli podemos fazer a profilaxia com algumas dicas: Evitar comer carnes mal passadas; não consumir alimentos já abertos que estejam fora de refrigeração algum tempo considerável; Higienizar mãos e lavar alimentos; Lavar mãos ao acariciar ou interagir com animais; Lavar bem talheres ao cortar alimentos crus, entre outros.

O que acontece no organismo e o que preciso repor?

Você deve estar se perguntando porque a necessidade de tomar sal e açúcar e não apenas água se o problema é a desidratação, certo? Bem, vou lhe explicar.

Quando temos desidratação temos menos liquido no nosso organismo devido a uma eliminação não saudável, porém, quando perdemos liquido não é apenas agua que vai embora, eletrólitos (sais minerais) como sódio, potássio e bicarbonato são expelidos juntos, levando a uma perda necessária de componentes do nosso organismo.

Para recompensar essa perda fazemos a reposição com açúcar e sal já que ambos são solutos e podem levar a normalidade. Em caso de não reposição desses minerais podem surgir complicações na saúde do paciente, como a desenvolver hiponatremia que devido a diminuição de sódio no sangue, hipocalemia referente a baixa concentração de potássio no sangue, e até a acidose metabólica podendo levar o paciente a morte, já que não haverá o tamponamento (equilíbrio) devido a ausência de bicarbonato.

Na célula esse açúcar é necessário para a transformação de ATP e utilização de energia para o transporte ativo de sal para dentro da célula e reposição de sais minerais.

Devido a isso, o soro caseiro é importante para indivíduos com desidratação intensa, apesar de quadros com diarreia e/ou vômitos, a capacidade do intestino em absorver glicose e eletrólitos continua o mesmo, portanto, a diarreia apenas afeta quanto a eliminação desses minérios e água no organismo, mas ao repor oralmente ou via venosa esses componentes podem retornar o volume liquido do organismo em alguns dias a normalidade.

Há casos de diarreia em que não há necessidade de soro, apenas ingestão de água purificada, isso você consegue distinguir a diferença de acordo com as sensações, como, sede excessiva, cansaço, câimbras e pressão baixa, nesses casos de sintomas “extras” é preciso o soro caseiro para repor os eletrólitos que estão sendo eliminados.

Formas de tratamento

A desidratação pode prevalecer por dias mesmo com a medicação de soro caseiro de forma oral, se a diarreia se estender por muito tempo mesmo tomando previdência, o melhor é visitar o médico para analisar qual o diagnóstico da doença e receitar o medicamento para tratamento, é evidente que o profissional de saúde auxiliará o paciente para a área de soro venoso pois na veia costuma ter um resultado mais acelerado e eficaz em relação a forma oral.

Conclusão

A ação deste soro no organismo é ótima, as etiologias mais conhecidas, formas de prevenção e o tratamento, você deve priorizar e prestar mais atenção nas suas ações do dia a dia de forma a evitar o comprometimento de sua saúde. E então, o que você tem a dizer sobre esta receita de soro caseiro para tratar gastroenterite e desidratação? Deixe sua opinião nos comentários.

Links úteis:

 <<< Voltar ao início

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *