O que são Probióticos, para que servem, onde encontrar?

É bem provável que já tenha ouvido falar em probióticos e tenha se perguntado do que se trata. Tudo bem, o objetivo do presente texto é justamente dizer o que são os probióticos e explicar para que servem os probióticos, qual a diferença entre probióticos e prebióticos e onde encontrar probióticos.

o-que-sao-probioticos-para-que-servem

O que são Probióticos, para que servem, fontes naturais

Muitas pessoas, ao ouvirem falar em probióticos, perguntam-se do que se trata. Talvez, as informações recebidas naquele momento tenham sido suficientes para fazer com que percebessem que o conceito tem algo a ver com comida e saúde.

Mas exatamente o que é probiótico? Para que servem os probióticos?

Embora, haja diferentes definições de probióticos mais ou menos parecidas, uma das mais acatadas diz que probióticos são micro-organismos que, fornecidos em quantidade adequada, exercem influência benéfica na saúde do organismo que os hospeda.

Lembremos: nem todo micro-organismo é nocivo. Nós, aliás, temos, por exemplo, a flora intestinal, conjunto de micro-organismos residentes em nossos intestinos que nos ajudam no processo de digestão.

De certa forma, a palavra probiótico está em oposição à famosa palavra antibiótico, que representa um dos maiores avanços da história da medicina. Enquanto o antibiótico opõe-se à vida (das bactérias que causam doenças), os probióticos favorecem a vida (eles próprios são formas de vida).

A ideia de que alguns micro-organismos poderiam fazer bem à saúde se incluídos na alimentação é mais antiga do muitas pessoas pensam. Por exemplo, Ilya Ilyich Mechnikov, cientista russo que fez grandes descobertas na área de imunologia e foi um dos laureados com o Prêmio Nobel de Medicina de 1908, teorizou no começo do século XX que os camponeses búlgaros têm suas expectativas de vida aumentadas pelo consumo de iogurte.

  7 Remédios caseiros para tratamento de frieiras (como prevenir)

Alimentos probióticos (e muitas vezes, na linguagem do dia a dia, simplesmente probióticos) são os alimentos que contém os tais micro-organismos benéficos à saúde. De modo geral, só se considera um alimento probiótico se ele contiver os micro-organismos em questão em quantidade suficiente para que o consumo tenha efeito benéfico e se os micro-organismos presentes nele estiverem vivos.

Os probióticos mais comumente usados na alimentação são bactérias de espécies que pertencem aos gêneros Bifidobacterium e Lactobacillus. Também é importante notar que a capacidade dos organismos de beneficiar os consumidores depende não somente da espécie a que pertencem como à cepa (ou seja, a linhagem) a que pertencem. Por isso, o nome da cepa costuma ser mencionado quando se fsla do micro-organismo presente em um alimento probiótico.

micro-organismos

Probióticos: para que servem

Como dissemos acima, probióticos são micro-organismos cujo consumo em quantidade adequada é considerado benéfico à saúde. Muitos benefícios têm sido atribuídos aos probióticos embora nem todos tenham sido comprovados. Um dos benefícios para os quais há maior comprovação é regulação da flora intestinal.

Os probióticos, benéficos competem com bactérias nocivas, limitando dessa maneira sua multiplicação e, consequentemente, favorecendo a saúde geral do organismo. Para ter efeitos para a saúde, porém, o consumo de alimentos probióticos deve ser um hábito, pois a colonização bacteriana que o consumo deles promove é de curta duração e, tem por essa razão, efeito temporário.

Pesquisas têm indicado ainda que alguns tipos de probióticos podem ajudar um pouco a conter a pressão alta. Outras pesquisas indicam que certos probióticos aumentam um pouco a quantidade de lactose que uma pessoa intolerante a ela pode consumir.

Onde encontrar probióticos

Há vários alimentos probióticos no mercado: basta procurar e escolher. Na verdade, a maioria dos alimentos probióticos é formada por laticínios, como leites fermentados e iogurtes naturais. Há ainda outros produtos fortificados com os probióticos como certos cereais matinais. A embalagem do produto provavelmente não deixará de informar sobre a presença de probióticos nele.

  Cloreto de magnésio PA para tratar problemas da próstata

Há queijos e coalhadas enriquecidos com probióticos (é necessário conferir na embalagem). Probióticos podem também ser comercializados nas formas de cápsulas, sachês, pós, etc. em que os micro-organismos probióticos estão preservados liofilizados (a liofilização é, basicamente, um processo em de congelamento e desidratação).

Existem probióticos naturais?

Bom, os organismos probióticos são naturais embora possam passar por processos de seleção e cultivo direcionados pelas empresas que produzem e comercializam os alimentos em que eles estão presentes. Se o que a pessoa quer é fugir da artificialidade dos produtos comumente vendidos, manipulados de maneira industrial, existem algumas opções. A mais famosa talvez seja o kefir, ao qual se atribuem propriedade muito úteis na regulação da flora intestinal, do ânimo e da saúde geral do organismo.

O kefir é uma bebida fermentada cuja existência provavelmente começou no Cáucaso região montanhosa que fica entre a Europa e a Ásia. Os muçulmanos da região consideravam o produto uma dádiva de Alá. Para produzir kefir em casa, é preciso conseguir grãos de kefir, uma colônia dos micro-organismos. Há algumas pessoas que repartem suas colônias com outros entusiastas da bebida.

Como álcool pode ser produzido em pequena proporção no processo que forma a bebida, pessoas que não podem consumi-lo devem tomar cuidado. Como a lactose é consumida pelos microrganismos (quanto tempo mais passa, menos lactose fica no leite), em tese, pessoas com intolerância à substância poderiam tomá-la, mas isso depende do tempo de fermentação e da severidade da intolerância. De modo geral, no é recomendável arriscar.

Os grãos de kefir são colocados em leite ou em uma solução aquosa de açúcar mascavo, onde eles se desenvolvem (porque as bactérias se multiplicam) e as bactérias fermentam o leite, consumindo a lactose.

Para fermentar, o leite deve ser deixado à temperatura ambiente, entre 18 e 30 graus Celsius, e longe da luz por um período de entre 24 e 48 horas. O kefir não deve ser manuseado com utensílios de metal. Para saber mais sobre o preparo do kefir, sugerimos que busque informações de pessoas que preparam a bebida.

  13 Benefícios do óleo ozonizado (para saúde e beleza)

Probióticos e prebióticos

Os prebióticos têm nome parecido com os probióticos e significado relacionado. Como dissemos, probióticos são micro-organismos que, consumidos, favorecem a saúde do hospedeiro. Os prebióticos são substâncias que favorecem o desenvolvimento de micro-organismos benéficos. Geralmente, esses organismos ficam no trato gastrointestinal. De modo geral, as substâncias são carboidratos.

Para serem classificadas como prebióticas, as substâncias devem resistir aos ácidos estomacais e às enzimas do trato gastrointestinal, ser fermentadas pelos micro-organismos benéficos e favorecer sua multiplicação. Um dos benefícios mais comuns da ação dos prebióticos é a regulação da flora intestinal, pois, como explicamos acima, os micro-organismos benéficos competem com os nocivos e inibem a multiplicação deles.

A raiz da chicória, a cebola e o aspargo são exemplos de alimentos com substâncias prebióticas. Como, porém, a presença de prebióticos nos alimentos na natureza é relativamente pequena, é comum que substâncias prebióticas sejam isoladas e acrescentadas a alimentos, fortificando por esse processo os alimentos. Substâncias prebióticas são usadas até em certos produtos para animais domésticos para o bem deles.

Embora os probióticos possam, segundo profissionais de saúde, ter efeitos positivos na saúde geral do organismo, eles não são produtos mágicos: seu consumo deve ser parte de um conjunto de cuidados regulares que o indivíduo tem com sua saúde.

Veja mais informações relacionadas no vídeo abaixo – Por Dr. Lair Ribeiro

Enfim, esperamos ter esclarecido o que são probióticos e para que servem, como atuam, qual a diferença entre prebióticos e probióticos e como encontrar alimentos probióticos. Lembramos, enfim que hábitos saudáveis, como exercitar-se regularmente e consumir em quantidade adequada uma alimentação balanceada e rica nos nutrientes de que o organismo precisa, são importantes para a manutenção de uma boa saúde.

<<< veja todas as nossas receitas e tratamentos

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *