O que é solução lugol (para que serve, contra-indicações)

Fazer uso da solução lugol pode resolver problemas de saúde, neste artigo você vai saber o que é solução lugol, quando deve ser utilizada, para que serve, as formas de uso e se o lugol emagrece.

O lugol é uma solução composta por iodo e iodeto de potássio que tem como principal objetivo repor a carência de iodo em nosso organismo.

Se você possui problemas como baixo iodo no organismo ou qualquer tipo de doença que esteja relacionada a esta deficiência, acompanhe a matéria..

O que é solução lugol

O que é solução lugol, para que serve, contra-indicações

O lugol é um medicamento que contém iodo em sua fórmula, portanto, é utilizado na reposição de iodo pelo nosso organismo.

Este medicamento foi descoberto por Jean Lugol em 1829, um médico francês que viveu no século 19. Jean Guillaume Auguste Lugol estudou medicina em Paris e teve grande interesse pela tuberculose, área em que atuou.

Quando criou o lugol sugeriu que ele pudesse ser utilizado no tratamento da doença, porém a solução era ineficaz para ela. Apesar de não ser eficaz no tratamento da tuberculose, ela é comprovadamente um excelente bactericida e fungicida.

Iodo e o iodeto de potássio

Iodo: O iodo é um mineral representado na tabela periódica pelo símbolo I e é um não metal. Em temperatura ambiente, é encontrado no estado sólido. Quando em estado gasoso, possui uma cor violeta. Esta é a origem de seu nome, uma vez que violeta em grego significa iodés.

O iodo foi descoberto por Bernard Courtois em 1811 e é encontrado principalmente nas algas. Por este motivo, os países que não tem litoral são os que apresentam uma população com maior deficiência de iodo. O Brasil, apesar de possuir um extenso litoral, possui cerca de 75% da sua população com deficiência do mineral.

O iodo também é encontrado no sal de cozinha. Pessoas que não tem iodo suficiente no corpo enfrentarão problemas como sono excessivo, dores musculares e boca e pele seca.

A tireoide é a glândula mais afetada se não temos uma quantidade suficiente de iodo em nosso organismo. A falta de iodo pode ocasionar em hipotireoidismo.

Iodeto de potássio: Também composto na fórmula do lugol, o iodeto de potássio ajuda a tratar deficiências nutritivas, problemas pulmonares e até mesmo casos de exposição à radioatividade.

Em sua forma pura, é um sal branco e cristalino. Sua fórmula química é KI. Além do lugol, pode ser encontrado separadamente do iodo sob a forma de xarope. Este xarope é utilizado para o tratamento de bronquites e asma.

Para que serve

O lugol tem vários benefícios. Além de fazer a reposição de iodo, é usado em alguns tratamentos específicos. Saiba agora para que serve o lugol:

Remoção da tireóide: em alguns casos, é necessário remover a tireoide por meio de um procedimento cirúrgico. Quando isso é necessário, esta glândula precisa ser preparada para a sua remoção e isso é feito através de medicamentos antitireoidianos (como propranolol, metimazol, carbimazol ou perclorato de potássio) em conjunto com o lugol;

Redução do tamanho da tireóide: quando não é o caso de cirurgia, o lugol consegue reduzir o tamanho da tireóide e com isso é menor a quantidade de hormônio que essa glândula irá produzir;

Protege a tireóide da ação do iodo radioativo: quando o paciente passa por um tratamento de iodo radioativo, a tireóide fica exposta à radiação. O uso do lugol diminui a absorção de iodo radioativo por esta glândula, reduzindo assim o risco de câncer;

Ajuda a emagrecer: muitos perguntam se o lugol emagrece. O iodo é responsável pelo funcionamento da tireóide, ou seja, o lugol ajuda a emagrecer sim, uma vez que ele irá contribuir para o metabolismo;

Fortalece o sistema imunológico: o iodo protege nosso corpo contra as doenças mais comuns;

Remoção de metais pesados: se por algum motivo você ingeriu substâncias tóxicas contendo chumbo, mercúrio ou alumínio, saiba que o lugol tem o poder de removê-las;

Reposição dos níveis de energia: outra ação muito eficaz do iodo é manter alto os níveis de energia corporais. Isso faz com que as calorias sejam utilizadas de forma mais eficiente, evitando a gordura em excesso. Este benefício é outro auxiliar no emagrecimento.

solução lugol frascos

Como usar

As soluções vendidas em farmácia possuem 30 ml e são compostas por Lugol 5%.

Isso significa que a solução possui 5% de iodo inorgânico, além de 10% de iodeto de potássio e 30 ml de água destilada.

A forma de uso deve ser orientada pelo seu médico, mas em geral deve-se fazer uso pela manhã, após a ingestão do café.

De maneira geral, utilize duas gotas de lugol em um copo de água. Cada gota de lugol contém 6,25 mg de iodo.

Como saber se possuo deficiência de iodo?

Um teste muito simples de fazer é utilizando a própria solução lugol. Com um cotonete ou pincel, aplique a solução lugol na sua barriga, coxa ou braço. Você irá observar que ficará manchado. Permaneça com ela por 24 horas.

Se a mancha desaparecer em menos de 24 horas, significa que você possui deficiência de iodo, devendo fazer a sua reposição.

A explicação para isso é que, quando temos deficiência de iodo, nosso sistema cutâneo absorve a solução lugol, de forma a alimentar nosso organismo com o iodo.

Além deste teste, alguns problemas de saúde são indicativos de que você possui baixo iodo no corpo. Entre eles podemos citar a falta de memória, cansaço excessivo, sonolência, unhas e cabelos fracos e quebradiços, desânimo, prisão de ventre e bócio (aumento do volume da glândula tireóide).

Indicações e contraindicações

O lugol é indicado para as pessoas que necessitem fazer reposição de iodo ou para aquelas que possuem algum problema de saúde em decorrência da falta deste mineral, como problemas na tireoide ou nas glândulas mamárias.

Este medicamento é contraindicado para quem possua qualquer tipo de alergia ao iodo ou ao iodeto de potássio.

Antes de fazer uso do medicamento, informe seu médico detalhadamente sobre seu histórico de saúde, principalmente se você possui algum tipo de problema na tireóide.

Veja também:

Efeitos colaterais

Os principais efeitos colaterais que podem vir a aparecer em decorrência da utilização do lugol são vômito, dor de estômago, diarreia, febre, dor de cabeça, resfriado e gosto metálico na boca.

Alguns efeitos mais graves são menos comum e devem ser imediatamente relatados para o seu médico. Entre eles estão inchaço na boca ou pálpebra, dor na gengiva e formigamento.

Variações do Lugol

Existem duas variações encontradas nas farmácias para o lugol: o lugol forte e o lugol fraco.

O lugol forte: também conhecido como solução de Schiller, esta variação é muito utilizada por médicos ginecologistas, pois é excelente na prevenção de câncer ginecológico. Nesta solução se utiliza 5 gramas de iodo, 10 gramas de iodeto de potássio misturados em 100 ml de água purificada;

O lugol fraco: é muito utilizado com antisséptico local, podendo ser aplicado diretamente no local da ferida e também na reposição de iodo pelo nosso organismo. Nesta solução temos 0,05 gramas de iodo, 0,01 gramas de iodeto de potássio, misturados em 250 ml de água purificada.

Quanto custa

O lugol é vendido em qualquer farmácia e vendido sob a forma de solução de 30 ml. O vidro contendo a solução Lugol 5% custa entre 20 e 35 reais. Este preço pode variar de acordo com a farmácia e com o laboratório.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é a solução lugol (o lugol em geral), entendendo a sua importância e em que casos deverá fazer uso dela. Se através dos testes ou sintomas citados anteriormente você percebeu que está com deficiência de iodo, consulte seu médico que ele irá lhe recomendar o melhor tratamento utilizando a solução lugol.

Links úteis:

 <<< Voltar ao início

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *