O que é Cloreto de Magnésio (Para que serve, Preparo, Contra-indicação)

Você que necessita fazer a reposição de magnésio em seu organismo precisa saber o que é Cloreto de Magnésio. Trata-se de um suplemento que tem como objetivo justamente repor os níveis de magnésio que seu corpo necessita.

O que é Cloreto de Magnésio

Nosso corpo produz cerca de 28 gramas de magnésio, que estão espalhados entre os tecidos, músculos e ossos. Mas isso não é o suficiente, visto que o indicado é consumir no mínimo 320 mg de magnésio.

O que é Cloreto de Magnésio, Para que serve, Efeitos, Contra-indicação

A ingestão de magnésio é feita através da alimentação, visto que muitos alimentos são ricos deste mineral, como abacate, espinafre, iogurte, couve e frutos do mar. Mas nem sempre conseguimos repor a quantidade mínima exigida por meio de alimentação.

Um dos fatores para isso acontecer é que a nossa água, diferente do que acontece em outros lugares do mundo, é pobre em magnésio. Isso ocorre pelo fato de não estarmos em uma região vulcânica.

Outro fator para isso é que nosso solo, assim como acontece com a água, também é pobre em magnésio, fazendo com que os alimentos aqui produzidos não tenham uma quantidade suficiente do mineral.

Nestes casos é necessário fazer uso de um suplemento alimentar, como o cloreto de magnésio.

O cloreto de magnésio é um suplemento alimentar que tem como função fazer a reposição de magnésio no nosso organismo. O cloreto de magnésio possui muitos benefícios como ajudar em problemas cardíacos e melhorar a circulação do sangue, prevenindo muitas doenças em decorrência de problemas no coração.

Além disso, ele trabalha em conjunto com o cálcio, ou seja, o cloreto de magnésio associado ao consumo de cálcio vai eliminar as doenças nos ossos, como a osteoporose.

Para que serve

O magnésio tem muitos benefícios para a nossa saúde. Confira agora para que serve fazer a suplementação com cloreto de magnésio:

  • Ajuda na saúde do coração, pois é um excelente vasodilatador. Ele previne a pressão alta e a arritmia cardíaca. O consumo de magnésio diminui o colesterol ruim (LDL) e aumenta o colesterol bom (HDL);
  • Previne convulsões. Estudos realizados relataram que quanto menor os níveis de magnésio no nosso organismo, mais graves eram os casos de epilepsia;
  • Possui efeito analgésico, sendo excelente para quem sofre de enxaqueca ou de dores musculares. Não são poucos os casos de pessoas que deixaram de ter dores de cabeça após iniciar o uso do cloreto de magnésio;
  • Ao lado do cálcio, é um dos principais responsáveis pela formação de ossos e dentes;
  • Previne as diabetes do tipo 1 e tipo 2, pois ajuda na regulação das células. O consumo do cloreto de magnésio ajuda ainda a controlar os níveis de açúcar. A dieta dos diabéticos é rica em magnésio, pois a baixa quantidade deste mineral pode fazer com que o organismo crie uma resistência à insulina;
  • Ajuda no tratamento no mal de Parkinson e Alzheimer, visto que muitos dos sintomas desta doença, como a perda da memória, são decorrentes da falta de magnésio no organismo.

Como usar / preparo da solução

O cloreto de magnésio pode ser adquirido em qualquer farmácia e ele vem em formato de pó. Para utilizá-lo, você irá precisar também de água filtrada e de uma garrafa de vidro, de preferência escura, para armazenar a solução.

O primeiro passo é esterilizar a garrafa. Para fazer isso, após lavar bem a garrafa, adicione água fervente e depois a descarte.

Você irá colocar todo o conteúdo da embalagem de 33 gramas, (ou retirar a mesma quantidade no caso de comprar em pote de meio ou um quilograma), dentro da garrafa e depois irá adicionar água filtrada (aproximadamente 1 litro e meio) em temperatura ambiente.

Envolva lentamente a solução (não agite) até que o cloreto de magnésio se dissolva por completo.

Sua mistura já está pronta e deverá ser armazenada na geladeira, devendo agitar muito bem sempre que for utilizar.

A dose recomendada é cerca de 30 a 50 ml pela manhã e à noite, poderá aumentar gradualmente até os 150 ml por dia (manhã, tarde e noite).

Indicações

O consumo de cloreto de magnésio é indicado para quem possui deficiência do mineral no corpo. Confira abaixo a lista de sinais indicativos de que você está com deficiência de magnésio. Para todos estes casos, o magnésio pode ser benéfico:

  • Insônia;
  • Enxaqueca;
  • TPM;
  • Irritabilidade;
  • Depressão e outros problemas de fundo emocional;
  • Nervosismo;
  • Ansiedade;
  • Epilepsia;
  • Pedra nos rins;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Diabetes;
  • Câimbras;
  • Osteoporose;
  • Fibromialgia;
  • Problemas de memória;
  • Dormência e formigamento.

O uso de medicamentos ou suplementos durante a gravidez é sempre fator de dúvida. Mas no caso do cloreto de magnésio, ele é altamente indicado. A suplementação de magnésio para as futuras mamães traz os seguintes benefícios:

  • Diminui a azia, tão comum durante a gravidez;
  • Combate o cansaço;
  • Previne as contrações do útero;
  • Diminui o risco de parto prematuro;
  • Ajuda no correto crescimento do feto, diminuindo as chances de possíveis malformações;
  • Ajuda na prevenção da pré-eclâmpsia, que pode acometer graves complicações ao feto, muitas vezes fatais.

Efeitos colaterais e contraindicação

Os efeitos colaterais do cloreto de magnésio estão ligados ao seu consumo excessivo, por isso, só utilize a dosagem recomendada por seu médico.

A ingestão de muito magnésio pode levar o paciente a sentir náuseas, baixa da pressão arterial, dificuldades para respirar e confusão mental.

Além disso, ele pode interferir quando utilizado em conjunto com outros medicamentos, com antibióticos, uma vez que diminui a ação destes. Avise seu médico quando estiver fazendo uso deste tipo de suplementação.

Apesar destes efeitos colaterais que podem vir a ocorrer, as chances de intoxicação pelo uso excessivo deste mineral são mínimas, pois eliminamos o magnésio diariamente, através das fezes, urina e suor.

O uso de cloreto de magnésio é contraindicado para quem tiver problema renal grave.

Cloreto de Magnésio x Magnésio Dimalato

Quem precisa fazer reposição de magnésio, encontrará duas opções na farmácia:

O cloreto de magnésio, que vimos neste artigo e o magnésio dimalato, que é outra forma de administrar o magnésio. Mas você sabe quando deve utilizar cada um destes suplementos?

Cloreto de Magnésio: é o magnésio em seu formato puro. Você encontrará nas suas embalagens a expressão Cloreto de Magnésio P.A. Esta sigla PA significa “para análise” ou “puro para análise”, ou seja, contém um grau de impureza muito reduzido (não chega a 1%);

Magnésio Dimalato: não é o magnésio puro, mas sim associado ao ácido málico, trazendo mais benefícios além daqueles decorrentes do consumo de magnésio.

O grande benefício do cloreto de magnésio é o preço, pois é mais barato. Já o magnésio dimalato possui uma melhor absorção de magnésio pelo nosso organismo.

Conclusão

Você descobriu neste artigo o que é cloreto de magnésio e como ele é importante para o nosso organismo. É importante apenas deixar claro que o magnésio cura diversas doenças. Ele é um componente importante para muitas atividades de nosso organismo, a baixa quantidade do mineral no nosso organismo acarretará  muitos problemas de saúde.

Links úteis:

 <<< Voltar ao início

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *