Conheça os 12 óleos essenciais mais reverenciados na Bíblia e seus usos históricos

12-oleos-essenciais-biblicos-capa

Os óleos essenciais são parte integrante da vida diária das pessoas há milhares de anos. Pelo menos 33 óleos essenciais específicos e plantas produtoras de óleo aromático são mencionados na Bíblia, e a palavra “incenso” é mencionada 68 vezes nas Escrituras.

Salmos 45: 7-8, Provérbios 27: 9, Isaías 61: 3 e Hebreus 1: 9, todos fazem referência a óleos de alguma forma, como “o óleo da alegria” e falam de como óleos “Alegram o coração”.

Os óleos essenciais também são referidos na Bíblia como fragrâncias, odores, unguentos, aromas, perfumes e sabores doces. No total, existem mais de 600 referências a óleos essenciais e / ou às plantas aromáticas das quais foram extraídos na Bíblia.

12 óleos essenciais da Bíblia

Aqui estão 12 dos óleos mais reverenciados da Bíblia e seus usos históricos:

1) Olíbano

Preparação de perfume a base de Olíbano.

O olíbano é o rei dos óleos. Foi usado como um componente principal do incenso sagrado, um remédio e uma moeda – e, claro, foi um presente dos sábios para o menino Jesus.

Na verdade, na época do nascimento de Jesus, tanto o olíbano quanto a mirra podiam valer mais do que seu peso no terceiro presente: ouro.

2) Mirra

Mirra

Citado 156 vezes na Escritura, os usos do óleo de mirra na Bíblia incluíam o uso como unguento, incenso, ingrediente para embalsamar e como tratamento de beleza para a pele pela Rainha Ester em Ester 2:12.

De longe, o uso mais comum da mirra na Bíblia é como parte do óleo da sagrada unção.

3) Canela

Óleo essencial de canela.

Como a mirra, o óleo de canela era o ingrediente principal do óleo da sagrada unção e era usado para limpar o ar, matar o mofo e agir como um remédio natural.

Em Provérbios 7:17, Salomão usa esse óleo aromático no quarto e como perfume natural ou colônia.

Sugestão para si:  Conheça os benefícios do azeite de oliva para o coração e cérebro

4) Cedro

Cedro – planta

O rei Salomão usou cedro na construção do templo de Deus e Jesus foi crucificado em uma cruz feita de cedro ou cipreste.

Acreditava-se que trazia sabedoria, era usado para ritual de limpeza e servia como remédio no tratamento de doenças de pele e lepra.

5) Nardo

Nardo – planta

Nos tempos bíblicos, “nardo” não era apenas um perfume muito caro, mas também um unguento precioso que era usado como remédio.

Curiosamente, o “nardo” usado na Bíblia pode ter sido óleo de lavanda. Em João 12: 3, a Bíblia conta como o nardo foi usado para ungir Jesus poucos dias antes de Sua morte e ressurreição.

6) Hissopo

Hissopo – planta

No Antigo Testamento, Deus ordenou a Seu povo que usasse hissopo na limpeza cerimonial de pessoas e casas.

Hissopo aparece na crucificação de Jesus, quando os soldados romanos ofereceram a Jesus um gole de vinagre de vinho em uma esponja na ponta de um talo de hissopo.

7) Cássia

Cássia – planta

Uma erva muito semelhante à canela, o óleo de cássia é o quarto ingrediente listado no óleo da sagrada unção, detalhado em Êxodo 30:24.

Pode ter sido trazido do Egito quando os israelitas fugiram do Faraó e era comumente usado com mirra e aloés para perfumar roupas.

8) Sândalo (Aloés)

Sândalo – planta

Nas Escrituras, o sândalo é conhecido como “aloés” e é chamado de um dos óleos da alegria junto com o olíbano, a mirra e o cedro.

Nicodemos e José de Arimatéia trouxeram sândalo (aloés) e mirra para enterrar Jesus e, no mercado de hoje, a quantidade de óleos usados ​​valeria cerca de US $200.000.

9) Cipreste

Cipreste – planta

Cipreste é celebrado nas Escrituras como um símbolo de força, segurança e prosperidade. A Bíblia menciona o cipreste como a madeira escolhida para a construção, o comércio e até mesmo o armamento.

Sugestão para si:  5 coisas que o ciclo menstrual revela sobre a sua saúde

Em Gênesis 6:14, Deus ordenou a Noé que “fizesse para si uma arca de madeira de gofer”, que no inglês moderno é, na verdade “cipreste”.

10) Gálbano

Gálbano – planta

Gálbano é o ingrediente principal do incenso sagrado usado no coração do templo em Êxodo 30:34.

Curiosamente, embora o gálbano em si, tenha um odor um tanto desagradável, quando queimado com outros óleos de cheiro doce em incenso sagrado, ele tem o perfume mais bonito e foi pensado para equilibrar as emoções.

11) Rosa de Saron

Rosa de saron – planta – By Pinterest

Mencionada na Canção de Salomão, a rosa de Saron não é realmente uma “rosa”, mas sim semelhante ao hibisco ou tulipa (que também é uma fonte de açafrão).

Alguns expositores da Bíblia vêem a rosa de Saron como Cristo e o lírio como a igreja, Sua noiva.

12) Cálamo

Cálamo – planta

Também conhecido como “cana-de-açúcar”, o cálamo é uma erva milenar que talvez seja o que hoje conhecemos como capim-limão.

Nos tempos bíblicos, o cálamo era usado em perfumes, incenso e como ingrediente no óleo especial da sagrada unção, usado pelos sacerdotes no templo.

Via: draxe

Compartilhar matéria:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here