Como tratar Herpes Labial com Auto-Hemoterapia e L-Lisina

Se você quer saber Como tratar Herpes Labial com Auto-Hemoterapia e L-Lisina chegou ao local certo, acompanhe e saiba mais sobre o assunto.. Os sintomas da herpes são carcterizados por surgimento de pequenas bolhas doloridas nos lábios.

Esta é considerada a herpes do tipo 1, podendo também atingir áreas como o céu da boca, gengivas, bochechas , língua e faringe. Para a herpes não a cura definitva, pois o modo de vida do Vírus Herpes Simplex  é ficar alojado aos tecidos, esperando a baixa imunidade para se manifestar.

como tratar Herpes Labial com Auto-Hemoterapia e L-Lisina

Por isso é tão importante a prevenção, priorizando sempre a alta imunidade e ingestão de aminoácidos que vão trabalhar a favor do sistema imune do organismo. É o caso do aminoácido lisina e L-Lisina.

Outra forma de tratamento que vem ganhando adeptos e relatos reais de melhoras surpreendes é a técnica da auto-hemoterapia. Saiba sobre esse tratamento complementar chamado “milagroso” que trata doenças não somente do tipo herpes, mas inúmeros de quadros de infecção, respiratórias, cutâneas e até câncer e HIV.

Como tratar Herpes Labial com Auto-Hemoterapia e L-Lisina

L-Lisina - 1000 mg

A lisina é um aminoácido essencial para o sistema imune do organismo humano, age no combate aos vírus e na produção de anticorpos. É um aminoácido essêncial para quem sofre de herpes labial.

A lisina combate o vírus da herpes, fazendo com que as feridas surjam com menor frequencia, ajudando também no aceleramento da cicatrização, sua dieta equilibrada evita o aparecimento das dores e ferimentos que o vírus da herpes causa.

Esse aminoácido pode ser encontrado tanto através da alimentação rica em lisina, como em forma de suplemento, a chamada L-lisina.

Alimentos ricos em lisina

Na alimentação o importante é consumir mais alimentos ricos em lisina e menos alimentos ricos em arginina. Isso porque a arginina é um aminoácido natural do corpo que ativa o vírus da herpes.

Consumir MAIS alimentos ricos em lisina, tais como: Carne vermelha, peixes e aves, parmesão, ovos, nozes, soja, batata doce, melão, chocolate, carne de veado, abacate.

Consumir MENOS alimentos ricos em arginina, tais como: Peito de peru, oleaginosas (castanhas, amendoim, nozes, avelã, amendoas), lombo de porco, frango, semente de abóbora, frutos do mar, grão de bico, café, suco de laranja, uva, trigo.

Como tomar lisina para herpes labial

A suplementação da L-Lisina pode ser adquirida em cápsulas ou comprimidos. A vantagem em consumir a lisina em forma de suplemento está relacionado a quantidade ideal que o organismo necessita para combater e não deixar surgir a herpes. O suplemento L-Lisina tem fácil e rápida absorção. Geralmente a dose de cada capsula vem com 500mg ou 1000 mg, e a indicação é de 1 a 3 gramas por dia de lisina.

Como usar Auto-hemoterapia para herpes labial

Auto-hemoterapia para herpes

A auto-hemoterapia como se sabe é a técnica usada para curar inúmeras doenças através da retirada e aplicação do próprio sangue do paciente.

O sangue é retirado da veia e aplicado no músculo (geralmente nádega ou braço).. Isso faz com que o sistema de defesa do corpo entenda que há um organismo estranho, ou seja, os chamados macrófagos (defensores) vão reproduzir-se em até quatro vezes o seu número, para combater os vírus e bactérias detectados. Isso acelera o processo de eliminação da doença, até chegar a cura na maioria dos casos.

Auto hemoterapia relatos de cura

Existem inúmeros relatos de pessoas que usam da auto-hemoterapia para a cura de diversas doenças e para prevenção também. Vários tipos de herpes (labial tipo 1, tipo 2, herpes zoster) são casos de doença que estão sendo tratadas através da auto-hemoterapia.

Pesquisas feitas nos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, com base em dados científicos, revelam o sucesso do uso da autohemoterapia contra as infecções da herpes.

A injeção de sangue varia de 2ml a 20 ml, dependendo do grau em que está a doença. No caso da pesquisa com base nos dados científicos, proveniente do trabalho liderado por J. H. Olwin, do Centro Médico de St. Luke, em Chicago. Foram usados 10 ml de aplicação do sangue (nos glúteos) de vinte e cinco pessoas com infecções de herpes.

O resultado positivo se apresentou com total eficácia em 20 pessoas no prazo médio de dois meses. Os outros cinco pacientes tiveram resposta positiva total em apenas dois meses e uma semana. O relato é de que não houve nenhum efeito colateral ao tratamento. Resultando como técnica eficaz para a eliminação de infecções de herpes.

Links úteis:

Cuidados

Em casos de surto de herpes labial procure deixar as bolhas expostas, não mexer (cutucar) as feridas. Pois pode agravar ainda mais a infecção.

Considerações finais

Agora que você já sabe como tratar Herpes Labial com Auto-Hemoterapia e L-Lisina, ou prevenir os surtos o que vai fazer? Os tratamentos aqui mencionados são fruto de estudos feitos pela nossa equipe, por isso use há sua responsabilidade ou de um médico AMIGO, se é frequente você ter herpes procure um médico para acompanhar o tratamento. Fale com ele sobre as formas de tratamento de controle e prevenção. Deixe um comentário com a sua opinião, ou suas dúvidas, responderemos o mais breve possível.

<<< veja como tratar outros problemas de saúde

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

One thought on “Como tratar Herpes Labial com Auto-Hemoterapia e L-Lisina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *