Cloreto de magnésio PA para tratar problemas da próstata

O cloreto de magnésio para tratar problemas da próstata não é tão conhecido quanto poderia ou deveria ser. Essa substância, um tipo de sal de magnésio (assim como o cloreto de sódio, o bem conhecido sal de cozinha, é um sal de sódio), pode ajudar no combate a esses problemas.

Benefícios do cloreto de magnésio PA para tratar problemas da próstata

Nesse texto, falaremos um pouco sobre o que se sabe sobre o assunto, incluindo algumas evidências da utilidade desse produto e como consumir esse suplemento.

Benefícios do cloreto de magnésio PA para tratar problemas da próstata

A próstata é um das glândulas do corpo humano (e de muitos outros animais), mais especificamente do corpo dos homens, onde tem um papel importante na formação do sêmen.

Ela produz um líquido de pH básico que costuma ser branco ou leitoso e corresponde a cerca de um terço do volume do líquido seminal humano. Além disso, a próstata possui músculos que ajudam a impulsionar o sêmen, colaborando assim para o começo do processo de fecundação humana.

Problemas na próstata são, infelizmente, muito frequentes e eles vão se tornando ainda mais comuns à medida que os homens vão envelhecendo. O câncer de próstata, por exemplo, está entre as formas de câncer mais comuns que existem.

Como se pode perceber, os problemas de próstata estão entre as maiores ameaças à saúde masculina e, por isso mesmo, qualquer maneira de preveni-los, aliviá-los ou curá-los é valiosa e merece atenção.

O leitor provavelmente já tomou conhecimento de muitos casos (na família, de amigos, de conhecidos, de pessoas famosas, como o ex-governador paulista Paulo Maluf, talvez seu próprio caso, etc.) de homens que tiveram problema na próstata e tiveram que recorrer a tratamentos caros e complexos além de passar por grandes incômodos.

Talvez, isso possa ser evitado. Pelo menos, a frequência das enfermidades pode ser diminuída, e, em muitos casos, elas podem, depois de se manifestarem, ser eliminadas ou atenuadas grandemente com o recurso relativamente simples ao produto de que falamos.

O magnésio, o cloreto de magnésio e sua contribuição para a saúde humana

O magnésio é um elemento químico, parte da famosa tabela periódica dos elementos. Sua presença no corpo humano é essencial para o bom funcionamento dele.

O magnésio funciona frequentemente como um colaborador das enzimas que tornam possíveis as reações químicas em nosso organismo e, portanto, é bastante importante para a devida regulação das atividades do corpo.

Ele tem papel de destaque também na contração dos músculos, que é necessário a locomoção e outras atividades humanas.

Sabe-se ainda que tipos diferentes de células mantêm concentrações diferentes desse elemento químico de acordo com suas próprias necessidades. Isso sugere que as células têm meios de regular a distribuição entre elas do magnésio no corpo conforme as demandas do funcionamento corporal.

Irritabilidade, insônia, fadiga e problemas musculares estão entre os possíveis sintomas da deficiência de magnésio em seres humanos. O excesso do elemento no corpo, por sua vez, pode causar, entre outros problemas, a diarreia.

O magnésio pode, como os outros minerais, ser obtido da alimentação e através do consumo de suplementos que forneçam doses complementares do mineral às pessoas que tenham baixa concentração dele.

Infelizmente, o magnésio costuma ser encontrado em pequenas proporções nos alimentos em que está presente, o que ajuda a causar em muitas pessoas uma deficiência dele. Também o consumo crômico de diuréticos ou de álcool pode causar a deficiência do elemento.

Legumes verdes, como espinafre e couve, costumam conter boas quantidades do elemento magnésio. Outros alimentos ricos nesse mineral são a castanha-do-Pará, a castanha-de-caju e as sementes de abóbora.

Suplementos de magnésio (na forma de cloreto de magnésio) podem ser facilmente encontrados. Eles geralmente se apresentam na forma de comprimidos, de cápsulas ou na forma cristalizada. Testemunhos indicam que a melhor fórmula é a forma cristalizada, veja abaixo:

cloreto de magnesio em cristal

Entre as substâncias que podem ser usadas para complementar a quantidade de magnésio naturalmente encontrada no organismo, o cloreto de magnésio em cristal é aquela cujo consumo permite de mais fácil e eficiente a absorção do elemento pelo corpo.

Segundo pesquisadores, à medida que as pessoas envelhecem, há uma queda na concentração do mineral magnésio no corpo, que diminui, especialmente, em comparação com outro minério também importante para nosso organismo, o cálcio, que deveria ter sua concentração em equilíbrio com a do magnésio.

A queda na concentração de magnésio no corpo pode ser responsável pelo acúmulo neste de toxinas, com consequências negativas para o funcionamento do organismo e, consequentemente, para a saúde do indivíduo afetado.

O que tem ficado cada vez mais claro também é que o magnésio pode ser bastante útil no combate a problemas que atingem a próstata ou podem ter como suas consequências de problemas nesse órgão, tais como câncer de próstata, hipertrofia desse mesmo órgão, prostatite e dificuldade para urinar.

Em média, a concentração de magnésio no corpo dos homens mais velhos é um terço da concentração do cálcio nesses indivíduos. Essa desproporção é fonte importante de problemas de saúde.

Entre os problemas que ela pode causar, podemos citar a calcificação de órgãos do corpo humano como, por exemplo, os rins e a próstata decido ao desequilíbrio entre as presenças de magnésio e cálcio no organismo de que falamos acima.

Um dos pioneiros da apresentação do magnésio no combate a problemas de saúde foi o médico francês Joseph Favier, que estudou o papel dos minerais na saúde humana e concluiu que o magnésio pode ter enorme relevância no combate a problemas urinários ligados à próstata.

Sefundo o doutor Favier, ele descobriu que muitos médicos conhecidos dele usavam o cloreto de magnésio (inclusive alguns que, no passado, tinham rido algum tipo de problema com a próstata).

Ainda segundo o médico, problemas naquele órgão são muito incomuns nos homens que faziam uso da complementação de magnésio.

Estudos mostraram, por exemplo, que, no caso de pacientes com prostatite crônica, inflamação da próstata, o líquido seminal apresentava uma concentração bem menor do que o normal de magnésio, estabelecendo uma ligação entre sua concentração no organismo e a prostatite.

Uso do cloreto de magnésio

Em primeiro lugar, lembramos que pessoas que sofram de diarreia ou de insuficiência renal não devem tomar suplementos de magnésio. Recomendamos ainda que a pessoa verifique com seu médico se seu nível de magnésio está adequado e peça opções de como equilibrá-lo.

Aqui, apenas citaremos as alternativas de consumo usadas mais frequentemente para aumentar o nível do elemento até os níveis adequados.

Dito isso, a dose de cloreto de magnésio mais comumente recomendada no caso do uso de complementos em formato de comprimido é de três comprimidos de 500mg do complemento distribuídos pelo dia.

O consumo do produto em jejum provavelmente terá efeito laxante. O consumo do produto às refeições não terá esse efeito sobre o organismo.

Outra opção comum para o consumo do cloreto de magnésio é a forma cristalizada do produto. Nesse caso, costuma-se recomendar o consumo diário de 2,5 gramas do produto (dissolvido em água ou em sumo de limão ou de laranja).

Pela internet fora podem ser lidos alguns depoimentos interessantes sobre o bem que o consumo do cloreto de magnésio pode fazer a pessoas com problemas de próstata. Nesse site, aliás, podem ser encontradas úteis informações sobre o cloreto de magnésios e benefícios que ele pode conferir ao corpo.

Saiba mais um pouco sobre o assunto no vídeo abaixo;

Enfim, apresentamos aqui um bom resumo do que se sabe atualmente sobre os benefícios do cloreto de magnésio para tratar problemas da próstata e da razão do uso de complementos contendo esse elemento ser uma esperança no combate a problemas prostáticos que variam desde incômodos a males realmente graves além de seu papel na prevenção desses problemas de saúde.

<<< Outras receitas e tratamentos

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *