Cloreto de magnésio PA para tratamento ou cura de osteoporose

No presente texto, explicaremos o que é a doença chamada osteoporose, o que é o cloreto de magnésio PA e falaremos do uso do cloreto de magnésio PA para tratamento ou cura de osteoporose.

Cloreto-de-magnésio-PA-para-tratamento-ou-cura-de-osteoporose

A osteoporose é uma doença bastante comum. Só no Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde, há 10 milhões de pessoas que convivem com esse problema de saúde. A palavra osteoporose vem do grego e quer dizer ossos porosos.

Essa doença produz a perda progressiva da densidade e da resistência dos ossos, criando, ainda, pequenas mudanças estruturais neles.

Esse problema pode surgir devido a uma dieta inadequada, mas costuma acontecer devido à redução da capacidade de absorção do cálcio no organismo, que impede a renovação das células ósseas do corpo, levando ao desgaste e à fragilização do esqueleto. Com isso, a pessoa portadora desse problema apresenta risco aumentado de ter ossos seus quebrados.

Trata-se de uma das principais causas de ossos quebrados em idosos. Ossos da bacia, ossos do braço e da coluna vertebral estão entre os ossos que correm mais riscos de fratura. Quebras de ossos afetados pela doença podem acontecer espontaneamente ou devido a impactos mínimos como em atividades corriqueiras como caminhar.

A osteoporose aparece em pessoas de ambos os sexos, tornando-se mais frequente à medida que avança o processo de envelhecimento do indivíduo. Nas mulheres, por exemplo, esse problema é mais comum depois da menopausa, ou melhor, a perda de densidade óssea se acelera nesse período.

Isso acontece devido à redução nos níveis do hormônio estrógeno em seus corpos depois desse período. Alguns medicamentos como inibidores seletivos da recaptação de serotonina e alguns remédios anticonvulsivos, assim como problemas de saúde ou tratamentos médicos como o alcoolismo, a anorexia, a quimioterapia e a remoção dos ovários, podem causar a osteoporose.

O tabagismo e a vida sedentária são também fatores de risco para o desenvolvimento desse problema de saúde. A atenção ao problema é essencial, pois trata-se de uma doença que costuma avançar silenciosamente, muitas vezes, não manifestando sintomas de forma perceptível até que um osso se quebre de surpresa.

Do exposto acima, porém, não se deve deduzir que a osteoporose não possa ser detectada ou acompanhada antes disso. Entre as técnicas a que os profissionais de saúde recorrem mais frequentemente para detectar o problema, podemos citar os marcadores ósseos e a densiometria.

O uso de marcadores ósseos permite que se acompanhe e avalie a reação do organismo depois que o tratamento foi iniciado, permitindo avaliar seus efeitos e fazer prognósticos. A densiometria, por sua vez, permite localizar locais com expressiva perda de densidade óssea e avaliar melhor o estado da doença e os riscos de que ocorram fraturas.

Embora por si mesma, a osteoporose não seja fatal, ela pode, além de causar drástica redução da mobilidade, aumentar o risco de acidentes, poder causar dores e poder causar diminuição da qualidade de vida, pode aumentar o risco de falecimento.

Um exemplo são as fraturas de ossos da bacia, mais prováveis em portadores da osteoporose. Elas aumentam o risco de trombose ou de embolia pulmonar, ambos problemas de saúde que podem causar a morte do individuo.

Cloreto de magnésio PA para tratamento ou cura de osteoporose

O magnésio é um dos minerais essenciais ao bom funcionamento do corpo humano. Pode ser obtido em alimentos consumidos pelos seres humanos, embora costume estar presente apenas em pequenas concentrações nos alimentos em que aparece.

Alguns dos alimentos em que ele se faz mais presente são espinafre, castanha-do-Pará, castanha-de-caju, couve e sementes de abóbora. O fato de que o magnésio é relativamente raro na alimentação pode causar deficiências de magnésio no corpo humano. Há alguns problemas de saúde como, por exemplo, a diabete e o alcoolismo que podem causar deficiência de magnésio.

Como o magnésio tem papel importante na regulação do funcionamento do organismo (deficiência do mineral já foi associada a enxaquecas, diabete, problemas cardiovasculares, ansiedade além de causar problemas musculares como fraqueza e espasmos), muitos sugerem o uso de complementos para suprir o que não foi conseguido através dos alimentos.

Uma forma simples de complementar o magnésio obtido dos alimentos consumidos é com o uso do cloreto de magnésio PA (PA, no caso, significa para análise, significa que esse tipo de cloreto de magnésio é usado para avaliar reagentes químicos), um sal do elemento magnésio. Ele é fácil de encontrar em farmácias, lojas de produtos naturais e até mesmo pela internet.

O uso do produto para tratar osteoporose

Lembramos que a osteoporose pode causar graves acidentes, causar graves incômodos e até mesmo causar a morte. Por isso, prevenção e acompanhamento médico frequentes são importantes.

Entre as doenças a que a falta de magnésio foi associada que citamos acima, poderíamos ter mencionado a osteoporose também. O uso do sal de que estamos falando como complemento pode ajudar a prevenir ou amenizar os sintomas da osteoporose.

Isso acontece porque ele auxilia o corpo humano na metabolização do cálcio que consumimos, permitindo sua correta absorção e sua fixação nos ossos, permitindo a adequada renovação das células ósseas e impedindo (ou amenizando) a fragilização do esqueleto, tornando mais difícil a ocorrência de fraturas ósseas.

Como dissemos acima, uma das causas possíveis da osteoporose é a falha na capacidade de fixar o elemento cálcio, mesmo que o consumo deste esteja adequado, nos ossos. Além disso, há um outro problema: o cálcio consumido, mas não assimilado pelos ossos do indivíduo pode ser direcionado para os rins, onde ele pode dar origem às conhecidas e dolorosas pedras nos rins.

O cálcio que não foi absorvido pode também acabar parando na artéria coronária, na qual pode causar obstruções, fato que pode causar graves complicações de saúde. Por isso, é importante manter uma quantidade adequada de magnésio adequada no organismo, para que a absorção do cálcio se dê corretamente.

Segundo defensores da complementação dos níveis de magnésio, como o médico francês Pierre Delbet, que escreveu um livro de grande influência sobre o tema, e o médico americano Joseph Mercola, o magnésio ajuda não só os ossos como colabora na regulação geral do funcionamento do organismo.

No endereço, podem ser vistos entusiasmados depoimentos sobre os benefícios do cloreto de magnésio no caso de que estamos tratando aqui.

Como usar o cloreto de magnésio PA para prevenir ou diminuir os sintomas da osteoporose

Para esse fim, o mais frequente é que se sugira diluir 33 gramas do produto em 1 litro de água, que pode ser água fervida, filtrada ou mineral. O mais comum é tomar 2  colhers de sopa da solução aquosa formada desse jeito três vezes ao dia.

O produto resultante deve ser conservado em um recipiente de vidro escuro de preferência com tampa e em local escuro com temperatura amena, 10 / 15 graus.

Veja mais no vídeo;

Pessoas que usam antibióticos devem tomar a solução entre três e quatro horas antes de tomar o antibiótico porque, de outra forma, o consumo da solução pode afetar de maneira negativa a eficácia do antibiótico, o que, claro, é indesejável.

Contra-indicações

Pessoas que sofrem de colite ulcerativa, que ataca o cólon do intestino grosso, não devem usar a solução aquosa que ensinamos a preparar porque ela vai agravar a condição e seus sintomas. Pessoas com diarreia também não devem usar o produto (o excesso do elemento magnésio no corpo é, aliás, uma causa possível do problema).

Pessoas com problemas renais, especialmente aquelas pessoas que sofrem de insuficiência renal, também não devem recorrer ao produto.

Se a pessoa que tomou a solução aquosa que descrevemos apresentar reações tais como náuseas, diarreia ou sonolência, a dose da solução aquosa deve ser reduzida ou o uso do produto deve ser interrompido.

Conclusão

Enfim, nesse texto fornecemos algumas informações que julgamos importantes sobre a doença chamada osteoporose, um mal muito comum e que se torna mais frequente à medida que os indivíduos envelhecem. Falamos sobre um sal do elemento magnésio chamado cloreto de magnésio. Falamos sobre como preparar uma solução aquosa de cloreto de magnésio PA.

Falamos ainda do cloreto de magnésio PA para tratamento ou cura da osteoporose. Lembramos ainda que a osteoporose é um problema de saúde grave, que pode reduzir a qualidade de vida do indivíduo e reduzir sua mobilidade, aumenta o risco de acidentes da pessoa afetada pelo problema e aumenta seu risco de morte.

É uma questão que deve ser tratada com cuidado e não dispensa a avaliação e o acompanhamento de um profissional médico.

<<< Veja todas as nossas dicas de saúde

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *