7 Benefícios do gengibre para saúde e bem estar (Contra-indicações)

Você ainda não tem o hábito de consumir a raiz? Saiba que está perdendo os inúmeros benefícios do gengibre para saúde e bem estar. E nós ensinaremos você a como aproveitar as propriedades do gengibre, acompanhe!

Benefícios do gengibre para saúde e bem estar

O gengibre é uma raiz muito nutritiva e usada na culinária oriental. Tem mais de 3 mil anos e sua origem é da Ásia, mais precisamente nas ilhas de Java, Índia e China. Chegou à Europa durante as Cruzadas e no Brasil no século16 pelas mãos dos portugueses.

A título de curiosidade, a raiz é cultivada no Brasil em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo. Fora do Brasil. O gengibre é cultivado nas Antilhas, África, Austrália e na Jamaica, onde está o melhor gengibre do mundo.

Benefícios do gengibre para saúde e bem estar

Para a tradicional medicina chinesa, a raiz melhora a circulação sanguínea e é usada no tratamento da disfunção erétil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirma que o gengibre é bom para problemas estomacais.

Essa raiz é rica em vários nutrientes e você deve incluí-lo em sua dieta o quanto antes. Conheça e se surpreenda com as propriedades do gengibre.

Alivia náuseas e vômitos

Principalmente na gravidez, tratamentos contra o câncer e após cirurgias. Comer ½ colher de café de raspas de gengibre pela manhã durante 4 dias ajuda a melhorar náuseas e vômitos. Se ainda assim as náuseas continuarem, não aumente a dose de gengibre.

Saiba por que comer muito gengibre na gravidez pode ser perigoso no decorrer deste texto.

Protege o estômago

O gengibre facilita a digestão, principalmente quando comemos alimentos gordurosos. Beber 4 xícaras de chá de gengibre é ótimo para azia originária de exageros alimentícios. A eficácia do gengibre é tão grande que ele está na formulação de antiácidos, antigases e laxantes.

Além do mais, a raiz impede o desenvolvimento da bactéria H.pylori associada a doenças como gastrite e úlceras estomacais.

Ajuda a emagrecer

Isso porque o gengibre é um alimento termogênico, ou seja, aumenta a temperatura corporal e ainda força o organismo a trabalhar mais para digerir o alimento, propiciando a queima de gordura. Incluir o gengibre na dieta aumenta o gasto calórico em até 10%, desde que combinado com alimentação balanceada e exercícios físicos.

Se você já tem essa rotina, faça qualquer receita de suco de gengibre para emagrecer e perceba os resultados.

É rico em gingerol

O gingerol é a substância que deixa o gengibre picante. É esse componente que faz o gengibre ter ação antioxidante, anti-inflamatória, analgésica e protetora das células nervosas.

Consumir a raiz regularmente faz você ter menos resfriados, sentir menos dores e até mesmo evitar doenças degenerativas.

Remédio para enxaqueca

O chá de gengibre é um santo remédio para a terrível enxaqueca. Sabe por quê? Porque o gengibre é um poderoso anti-inflamatório. Pesquisa realizada nos Estados Unidos afirma que os voluntários perceberam alívio dos sintomas da enxaqueca em apenas 40 minutos após consumirem a bebida.

Para fazer o chá, ferva 500 ml de água com 25 gramas de gengibre ralado por 15 minutos.

Beba coado, frio e sem açúcar ou adoçante.

Alivia cólicas menstruais

Boa notícia para as mulheres! O chá de gengibre melhora cólicas menstruais, mas não pode exagerar, porque um dos efeitos colaterais do gengibre é aumentar o fluxo.

Para fazer o chá, coloque 1 colher de sopa de gengibre ralado em 1 xícara de água fervida.

Deixe a raiz em infusão por 10 minutos, coe e beba uma xícara de chá durante toda a menstruação.

Alivia dores musculares

Principalmente as provocadas por atividade física, segundo estudo publicado no The Journal of Pain. A pesquisa provou que comer gengibre diariamente ameniza dores pós-treinos. Você malha? Então, coma um pedaço pequeno de gengibre cru todos os dias.

4 dicas para usar gengibre na culinária

O gengibre pode ser usado em receitas salgadas e doces. No Japão, o gengibre espremido é tempero para aves e o gengibre em conserva é consumido puro e também no popular sushi. Ainda na Ásia, o gengibre cristalizado é comum em doces no sudeste do continente.

Na Europa e nos Estados Unidos, o gengibre é muito empregado em receitas de pães, bolos e bolachas. Na terra do Tio Sam, por exemplo, os ginger bread, os famosos biscoitos de Natal são feitos com a raiz. Tem ainda as sopas com gengibre que sempre aparecem nas dietas. Confira algumas receitas:

Receita de suco de limão com gengibre

Ingredientes

  • Suco de 1 limão;
  • 1 colher de sopa de gengibre ralado e descascado;
  • Folhas de hortelã lavadas picadas;
  • 300 ml de água filtrada.

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador e sirva.

Receita de suco detox com gengibre, laranja e limão

Ingredientes

  • Suco de 1 laranja;
  • Suco de 1 limão;
  • 1 colher de chá de gengibre;
  • 2 punhados de couve ralada.

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador e sirva em seguida. Se quiser, coloque raspas da laranja e do limão para aumentar a ação detox do suco.

Receita de sopa de gengibre com cenoura

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de gengibre ralado;
  • 200 gramas de cenoura descascada e cortada em cubos;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • 1 dente de alho;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo: Cozinhe a cenoura até ficar macia. Doure o alho no azeite, coloque a cenoura e misture bem. Acrescente o sal e o gengibre, mexa mais e desligue o fogo.

Quando estiver frio, bata no liquidificador até adquirir cremosidade e volte ao fogo.

Receita de bolo de gengibre com chia

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de gengibre ralado;
  • 2 colheres de sopa de chia;
  • ½ xícara de leite de amêndoas;
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo integral;
  • Canela em pó a gosto;
  • 1 xícara de chá de açúcar mascavo;
  • 1 pitada de fermento.

Modo de preparo: Misture os ingredientes manualmente até a massa ficar homogênea. Coloque a massa em uma forma untada com manteiga. Asse em forno médio até o bolo ficar dourado. Salpique canela quando estiver frio.

Contra-indicações do gengibre

A raiz tem componentes capazes de alterar e até cortar o efeito de remédios. Pessoas com problemas de coagulação sanguínea devem evitar comer gengibre, porque a raiz afina o sangue.

Quem é diabético e toma insulina ou metilmorfina também precisa ter cautela ao consumir a raiz, do contrário, corre risco do nível de açúcar diminuir drasticamente.

Quadros de hipertensão arterial inspiram cuidados no consumo de gengibre, pois, as substâncias presentes nele podem alterar os batimentos cardíacos, tanto para mais quanto para menos.

As gestantes também necessitam de cautela em relação a raiz. O gengibre é contraindicado na gravidez, visto que pode causar problemas hormonais mos bebês, provocar malformações fetais, estimula contrações uterinas, propicia sangramentos que antecipam o parto, sem contar o perigo de aborto.

Se o médico autorizar o consumo de gengibre para amenizar as náuseas, a quantidade é de 1 grama por dia.

Mesmo quem está fora desse grupo precisa tomar cuidado. As doses diárias de gengibre recomendada é 4 gramas da raiz seca e 1 grama de gengibre em pó. É preciso respeitar essas quantidades, principalmente em relação ao gengibre em pó, versão onde os princípios ativos são mais concentrados.

Viu só como porque você deve incluir gengibre na alimentação? Mas, por favor, tome cuidado para não exagerar e conhecer suas contraindicações. Coma a dose recomendada diária de gengibre, tenha uma dieta equilibrada e pratique exercícios físicos.

E aí, gostou de conhecer como aproveitar os benefícios do gengibre para saúde e bem estar? Aqui no nosso site você encontra mais curiosidades sobre as propriedades dos alimentos, inclusive muitos tratamentos alternativos que realmente funcionam, navegue no site e confira, não se esqueça de deixar seu comentário…

Links úteis:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 3,67 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *